Depressão

Depressão

Terapeuta

A Dr.ª Rita Torre é Psicóloga, licenciada em Terapia Cognitivo Comportamental pela Universidade do Minho, com 15 anos de experiência em processos de Terapia de Casal e Sexualidade, Ansiedade, Depressão, Obssessão Compulsão(POC), Adição a Drogas, Álcool e Jogo

Dá consultas presenciais por todo o Norte de Portugal e agora também por videoconferência para todo o mundo. Para além da lingua portuguesa é também bastante fluente na lingua inglesa tendo já bastante experiência com clientes internacionais.

Sobre a Depressão

Ao longo das diferentes fases da vida é normal passar-se por momentos de tristeza e melancolia, todavia, são episódios temporários e que normalmente desaparecem após alguns dias, sem que essa experiência tenha significado um quadro clínico real de Depressão.

Noutras alturas, a tristeza, a saturação, o desinteresse pelos outros, pelas actividades que anteriormente eram prazerosas, pela profissão, por si e pela vida em geral, podem ser tão intensos que, apesar de se conhecerem os motivos (ex: desilusão, frustração, perda de algo ou alguém importante, doença, conflito, etc.), ou não se conhecerem, a verdade é que se tratam de sintomas que subsistem durante muito tempo (semanas, meses, ou mais tempo), são de grande sofrimento e poderão vir a tornar-se incapacitantes para a pessoa.

A depressão é, deste modo, um problema de saúde persistente, muito comum (uma em cada quatro pessoas em todo o mundo sofre, sofreu ou vai sofrer de depressão), mas que pode e deve ser tratado.

O que é a depressão?

A depressão e uma doença mental que:

Sintomas

Os sintomas depressivos diferenciam-se dos sintomas das normais mudanças de humor, pela gravidade e duração dos mesmos. Quando está deprimida, a pessoa pode:

Causas de depressão

1. Efeito colateral de um medicamento receitado, de doença ou de uma má alimentação. (Desequilíbrios de certas substâncias químicas cerebrais podem ser um factor, mas geralmente a causa é obscura);

2. O seu risco de depressão é maior se um parente consanguíneo já a teve;

3. A depressão também pode ser recorrente (se já a teve uma vez, corre maior risco de a desenvolver novamente);

4. Ser precedida por um choque grave (como a perda de uma pessoa querida), de um divórcio, de um acidente de viação;

5. Tendência para a ansiedade e/ou pânico;

6. Profissões geradoras de stress;

7. Dependência de drogas e álcool;

8. Exclusão social.

Marque aqui a sua consulta! Nós Podemos ajudar a melhorar rapidamente a sua qualidade de vida!